Atrair e reter talentos é uma preocupação cada vez mais constante nas empresas, afinal, com pessoas acima da média não há limites para o sucesso. Por isso, atualmente, é crescente o investimento em estratégias para construção de uma marca empregadora.

Pensando nisso, criamos um guia especialmente para você. Nele, vai entender o que é Employer Branding, seus benefícios para a empresa e como utilizá-lo na prática. Confira!

Afinal, o que é Employer Branding?

A nação verde-amarela está entre os cinco priores países do mundo para contratar talentos. Se isso for somada à insatisfação da geração Y, que busca uma rápida ascensão profissional, uma coisa é certa: é preciso de um bom plano para atração e retenção!

Nesse sentido, o Employer Branding pode fazer toda a diferença. Para ficar claro, consiste na estruturação de uma marca empregadora, capaz de atrair talentos do mercado de trabalho e transformar os atuais colaboradores em promotores da marca. No final, a companhia poderá ser considerada como um grande imã de profissionais acima da média.

Esta não é uma prática tão recente quanto se imagina. Algumas das maiores e mais bem-sucedidas companhias do mercado já a utilizam, como a E&Y (Ernest & Young), AmBev e a Google. Seus conceitos podem ser aplicados nas mais diversas áreas, inclusive na jurídica.

Quais os benefícios da marca empregadora?

Como saber que essa estratégia não é apensas mais um “modismo” na gestão? Afinal, existem muitas técnicas que surgem e, em pouco tempo, desaparecem sem deixar rastros. É simples, basta observar seus benefícios. São 4 os principais:

  1. atração de talentos;

  2. redução de custos com recrutamento e seleção;

  3. melhoria na reputação da empresa;

  4. fidelização dos atuais profissionais.

Todo processo de recrutamento e seleção envolve um elevado custo. Ao investir na marca empregadora, é possível melhorar a reputação da firma e garantir que mais profissionais competentes se candidatem às vagas em aberto. No final, será possível economizar tempo e dinheiro no recrutamento, bem como ter uma seleção mais robusta.

Como essa estratégia busca implementar melhorias na empresa, acaba por beneficiar seus atuais profissionais e transformá-los em verdadeiros promotores (ou embaixadores) da sua marca. Eles certamente falarão bem do local de trabalho para seus amigos e familiares.

Quais os primeiros passos para sua implementação?

Não há nenhum segredo na hora de investir em Employer Branding, basta ter um objetivo claro, disciplina diária e saber formular uma marca que seja realmente atraente para pessoas acima da média. Veja, agora, algumas das principais dicas:

  1. construa uma declaração de missão, visão e valores que seja inspiradora. Profissionais talentosos não querem apenas dinheiro, mas uma causa justa para lutar;

  2. utilize os atuais trabalhadores como promotores da marca, compartilhando por meio das redes sociais fotos e vídeos sobre como são felizes;

  3. invista em benefícios complementares e adequados ao público que deseja atrair. Bons exemplos são: vale-cultura, plano de saúde, seguro de vida, etc.;

  4. construa um ambiente de meritocracia, em que cada profissional é reconhecido e recompensado pelos resultados entregues no final de cada período.

Veja, agora você está por dentro do assunto! Coloque em prática nossas dicas e, com o tempo, poderá ver grandes resultados. Também é importante ter parceria com uma agência que sirva de elo entre os talentos e o seu empreendimento.

Gostou do nosso conteúdo? Entendeu o que é Employer Branding? Agora, aproveite para entrar em contato conosco e conhecer as soluções que separamos para você!

Powered by Rock Convert