O processo que envolve o recrutamento de novos colaboradores requer tempo, dinheiro e energia. E, se no final das contas, o candidato não se adaptar bem à vaga, ainda há o risco de voltar para a “estaca zero”. Esse é, sem dúvidas, um pesadelo para a área de gestão de pessoas.

Para evitar esse tipo de estresse no recrutamento, trouxemos este artigo com 5 passos para contratar o colaborador ideal para a sua empresa. Acompanhe com atenção e aprenda!

1. Estipule o que você está procurando

Em primeiro lugar, é importante que você defina exatamente o que está procurando em um candidato. Isso não se restringe a saber se as ambições profissionais dele coincidem com a vaga ofertada, mas também se sua personalidade se enquadra à vaga e se seus ideais estão próximos à cultura organizacional da empresa.

Delimite o básico: veja se precisa de alguém extrovertido ou introvertido, que gosta de liderar ou que fica confortável sob o comando de alguém, inovador ou tradicional, etc.

2. Use sistemas de contratação online

Uma forma eficiente de buscar currículos precisos é recorrer a sistemas de contratação online. Isso é, procure sites especializados na busca de candidatos e deixe que eles façam a triagem de currículos por você.

Dessa forma, você economiza um tempo que pode ser direcionado para a análise de currículos já compatíveis, e para a preparação da entrevista.

3. Analise os currículos

Agora que você sabe qual o perfil desejado e conseguiu obter currículos condizentes com a vaga, é hora de avaliar as competências do colaborador em potencial. Nessa etapa, é importante fazer anotações de curiosidades e dúvidas a serem esclarecidas na entrevista.

Analise a facilidade de acesso do candidato ao local de trabalho, veja as experiências anteriores, e se ele fez cursos complementares em prol de seu crescimento profissional, por exemplo.

4. Elabore uma entrevista coletiva

Na entrevista coletiva, você terá uma amostra de quem fica confortável trabalhando em grupo e como cada um age sob pressão. Proponha diálogos para avaliar as relações interpessoais e atividades que possam ser observadas de longe. Isso ajuda a tirar conclusões sobre cada candidato na hora de contratar o colaborador ideal.

5. Dê atenção à entrevista individual

Esse é o momento de deixar a pressão de lado e tentar fazer com que o colaborador em potencial esteja o mais à vontade possível. Assim, você poderá conseguir respostas mais transparentes e conhecer, de fato, cada um dos entrevistados.

Siga o currículo analisado e as anotações e impressões obtidas até a etapa de entrevista em grupo, como um roteiro. Além disso, procure fazer perguntas consistentes, fale também sobre a cultura da empresa e peça para que o candidato fale um pouco sobre a sua vida pessoal. Isso pode ajudar a chegar a uma decisão.

A dica é: traga alguém do departamento para o qual o entrevistado está se candidatando para acompanhar a entrevista individual. Isso ajuda a quebrar o gelo e faz com que contratar o colaborador ideal seja uma tarefa mais fácil.

Depois disso, é só decidir quem se saiu melhor na entrevista. Em vez de dispensar os currículos dos candidatos não-selecionados, crie um banco de dados com essas informações. Assim, se o colaborador, por algum motivo, não permanecer na equipe nos primeiros meses, você não precisará voltar à primeira etapa do recrutamento.

E então, pretende aplicar nossas dicas para contratar seus colaboradores? Deixe seu comentário no post!

Powered by Rock Convert