Você já ouviu falar em resiliência no trabalho? Essa é uma característica importante e muito valorizada nos profissionais, e trata da habilidade de conseguir lidar com os problemas.

As empresas, assim como as pessoas que trabalham nela, precisam enfrentar inúmeros desafios para garantir a produtividade nas tarefas, a adequação às mudanças do mercado, entre outros fatores relevantes para o sucesso de um negócio.

Diante disso, cada vez mais gestores e recrutadores buscam profissionais resilientes para integrarem a equipe e, assim, alcançarem um bom desempenho nas atividades. Isso é válido tanto para funcionários quanto para estagiários.

Quer entender melhor o que é a resiliência e como desenvolvê-la para se destacar no mercado de trabalho? Continue a leitura e saiba mais!

O que é a resiliência no trabalho?

As pessoas resilientes demonstram a capacidade de encarar as dificuldades em diferentes áreas da vida sem se deixarem abater. Na área profissional, é algo positivo para enfrentar uma série de situações como:

  • concorrência por uma vaga;
  • competição interna;
  • mudança de gestor;
  • trabalho sob pressão;
  • conflitos com a equipe.

Essa característica é valorizada pelas empresas e se torna um diferencial para o candidato. Afinal, indica que ele terá equilíbrio emocional diante das adversidades, bem como habilidade para resolvê-las.

Como desenvolver a resiliência?

Determinadas pessoas já apresentam essa aptidão na rotina típica de estudantes universitários. Se esse não for o seu caso, a boa notícia é que é possível desenvolvê-la. Veja, a seguir, algumas atitudes que você pode tomar a partir de hoje!

Fortaleça a autoconfiança

Um passo importante para aprimorar a resiliência no trabalho é ter autoconfiança. Muitos profissionais ficam inseguros de expor suas ideias, ou de executar alguma atividade, por medo de serem julgados. Contudo, é preciso acreditar na capacidade de realizar as tarefas para alcançar bons resultados.

Analisar seus pontos fortes e fracos é um comportamento favorável. Assim, você poderá investir em novos aprendizados e conhecimentos para se sair bem diante de determinada situação.

Outras estratégias interessantes são conversar com pessoas, viver experiências diferentes e se aprofundar no tema com o apoio de livros, palestras e vídeos.

Seja flexível

Ficar preso a antigos padrões ou situações para permanecer em uma zona de conforto é prejudicial para quem deseja se tornar resiliente. É preciso enfrentar as mudanças e agir para superar os problemas.

Focar na resolução deles e analisá-los com mais leveza e menos pessimismo é algo que pode ajudar você a tomar decisões acertadas. Os exercícios que estimulam a criatividade — como a anotação de ideias, atividades artísticas, leitura e filmes — são significativos nesse processo. Eles auxiliam o pensamento “fora da caixa” e favorecem a busca por soluções inovadoras.

Treine a resolução de problemas

Uma das qualidades dos profissionais resilientes é entregar soluções em vez de focar apenas no problema. Além disso, eles não deixam sentimentos como a raiva e a frustração, que são comuns diante das adversidades, interferirem em suas decisões.

O controle das emoções é um passo fundamental para a resiliência. Nesse sentido, saiba que os jogos de estratégias, de ação e esportes de aventura podem ajudar você. É que eles favorecem o pensamento e estimulam a capacidade de agir em situações difíceis e com um curto tempo para solução.

Tendo em vista que a vida profissional é repleta de desafios e obstáculos, é importante ter resiliência no trabalho para lidar com eles, se adaptar às mudanças e crescer na carreira. Por isso, procure desenvolver essa habilidade!

Além da resiliência, outras atitudes e características são significativas para se destacar no mercado de trabalho. Quer saber mais? Descubra agora como se tornar um estagiário que toda empresa quer contratar!

Powered by Rock Convert