Resiliência no trabalho: por que é um diferencial para as empresas?

resiliência
6 minutos para ler

Você já ouviu falar em resiliência no trabalho? Essa é uma característica muito valorizada nos profissionais e trata da habilidade de conseguir lidar com os problemas.

As empresas, assim como as pessoas que trabalham nela, precisam enfrentar inúmeros desafios para garantir a produtividade nas tarefas, a adequação às mudanças do mercado, entre outros fatores relevantes para o sucesso de um negócio.

Diante disso, cada vez mais gestores e recrutadores buscam profissionais resilientes para integrarem a equipe e, assim, alcançarem um bom desempenho nas atividades. Isso é válido tanto para colaboradores quanto para estagiários.

Quer entender melhor o que é a resiliência e como desenvolvê-la para se destacar no mercado de trabalho? Então, este post é para você. Continue a leitura e saiba mais!

O que é a resiliência no trabalho?

As pessoas resilientes demonstram a capacidade de encarar as dificuldades em diferentes áreas da vida sem se deixarem abater. Na área profissional, é algo positivo para enfrentar uma série de situações como:

  • concorrência por uma vaga;
  • competição interna;
  • mudança de gestor;
  • trabalho sob pressão;
  • conflitos com a equipe.

Essa característica é valorizada pelas empresas e se torna um diferencial para o candidato. Afinal, indica que ele terá equilíbrio emocional diante das adversidades, bem como habilidade para resolvê-las.

Um colaborador resiliente é aquela pessoa que usa as dificuldades enfrentadas no ambiente empresarial como uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento de habilidades. Ele enfrenta as adversidades que surgem com muita coragem e foco. O resultado é que passa a ser respeitado em todos os setores, inclusive entre os cargos de chefia.

Qual é a importância da resiliência no trabalho?

Quando se contrata com um colaborador resiliente, os gestores sabem que ele tem uma capacidade muito marcante de enfrentar problemas e de superá-los sem se desestabilizar.

Esse atributo, evidentemente, abre muitas portas dentro da empresa e faz com que aquela pessoa seja muito bem falada e reconhecida pela sua competência e capacidade de enfrentar as dificuldades com determinação e calma.

E em períodos em que as taxas de desemprego são alarmantes no nosso país, pessoas dotadas de resiliência no trabalho largam na frente e são mais bem avaliadas por empresários e gestores. Dessa forma elas podem vislumbrar desde mais oportunidades de emprego até o crescimento dentro dos quadros empresariais, podendo ocupar cargos de chefia em um futuro próximo.

Como desenvolver a resiliência?

Determinadas pessoas já apresentam essa aptidão na rotina típica de estudantes universitários. Se esse não for o seu caso, a boa notícia é que é possível desenvolvê-la. Veja, a seguir, algumas atitudes que você pode tomar a partir de hoje!

Fortaleça a autoconfiança

Um passo importante para aprimorar a resiliência no trabalho é ter autoconfiança. Muitos profissionais ficam inseguros de expor suas ideias, ou de executar alguma atividade, por medo de serem julgados. Contudo, é preciso acreditar na sua capacidade de realizar as tarefas para alcançar bons resultados.

Analisar seus pontos fortes e fracos é um comportamento favorável. Assim, você poderá investir em novos aprendizados e conhecimentos para se sair bem diante de determinada situação.

Outras estratégias interessantes são conversar com pessoas, viver experiências diferentes e se aprofundar no tema com o apoio de livros, palestras e vídeos.

Seja flexível

Ficar preso a antigos padrões ou situações para permanecer em uma zona de conforto é prejudicial para quem deseja se tornar resiliente. É preciso enfrentar as mudanças e agir para superar os problemas.

Analisá-los com mais leveza e menos pessimismo é algo que pode ajudar você a tomar decisões acertadas, com foco na resolução. Os exercícios que estimulam a criatividade — como a anotação de ideias, atividades artísticas, leitura e filmes — são significativos nesse processo. Eles auxiliam o pensamento “fora da caixa” e favorecem a busca por soluções inovadoras.

Estabeleça metas alcançáveis

Estabelecer objetivos é uma das melhores maneiras de se desenvolver no seu ambiente de trabalho. Entretanto, um grande erro dos colaboradores e dos estagiários é estipular metas muito abrangentes e difíceis de serem alcançadas. Esse fator, em vez de ajudar, acaba sendo um ponto desmotivador.

Por isso, uma das grandes estratégias de resiliência no trabalho é estipular metas atingíveis. Faça uma análise de como tem sido a sua produtividade nos últimos meses e de como é sua rotina. Você poderá se desafiar de acordo com esses fatores. Assim, à medida que você for alcançando melhores resultados, pode estipular novos objetivos mais ousados.

Com essas atitudes você se mostrará uma pessoa muito resiliente e passará a contar com o respeito e admiração de seus colegas de trabalho, destacando-se na empresa e potencializando suas chances de crescimento.

Mantenha bons relacionamentos ao seu redor na empresa

Um dos fatores mais importantes quando se fala na resiliência no trabalho é o relacionamento com os seus colegas. Um ambiente laboral desarmonioso é totalmente prejudicial e, na maioria das vezes, se torna insustentável.

Desse modo, seja gentil e educado com todos, independentemente da posição deles dentro da empresa e de eventuais alterações de humor que tiverem.

Essa atitude fará de você uma pessoa querida no seu ambiente de trabalho e todos os seus colegas prestarão o apoio que for necessário diante das adversidades que venham a surgir. Assim, fica muito menos oneroso enfrentar problemas e superá-los da melhor maneira.

Seja otimista ativo

Um grande erro é pensar que apenas ser uma pessoa otimista ajuda você a resolver problemas dentro do ambiente de trabalho. Essa características é muito importante, mas fica esvaziada quando não vem acompanhada da proatividade.

Portanto, seja uma pessoa otimista, pense positivo na hora de resolver os problemas no seu trabalho, mas paute suas ações de maneira eficiente. Seja aquela pessoa que toma atitudes e se move a fim de ajudar de modo direto nos acontecimentos.

Treine a resolução de problemas

Uma das qualidades dos profissionais resilientes é entregar soluções em vez de focar apenas no problema. Além disso, eles não deixam sentimentos como a raiva e a frustração, que são comuns diante das adversidades, interferirem em suas decisões e atitudes.

O controle das emoções é um passo fundamental para a resiliência. Nesse sentido, saiba que os jogos de estratégias, de ação e esportes de aventura podem ajudar você. Isso acontece porque essas atividades favorecem o pensamento lógico e estimulam a capacidade de agir em situações difíceis, em que há um curto tempo para solução.

Tendo em vista que a vida profissional é repleta de desafios e obstáculos, é importante ter resiliência no trabalho para lidar com eles, se adaptar às mudanças e crescer na carreira. Por isso, procure desenvolver essa habilidade!

Gostou de saber mais sobre a resiliência no ambiente de trabalho? Então, nos siga nas redes sociais e fique atento a conteúdos tão relevantes quanto este. Estamos no Facebook e no LinkedIn.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Um comentário em “Resiliência no trabalho: por que é um diferencial para as empresas?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.