Algumas dicas de currículo podem ajudá-lo a montar um bom documento para se candidatar a uma vaga, mas antes de abordarmos essas boas práticas, você precisa entender a importância dele.

O currículo tem papel fundamental para quem busca uma oportunidade de emprego, pois ele será o responsável por demonstrar suas competências e habilidades para o recrutador antes da entrevista.

Contudo, para que isso aconteça, ele deve ser preenchido corretamente e ter todas as informações necessárias. Por falta de conhecimento, ou descuido, muitos candidatos cometem erros nessa etapa que são prejudiciais durante a seleção. Quer saber quais são eles? Continue a leitura!

1. Esquecer de colocar os dados de contato

O início do currículo deve apresentar seu nome, idade e os dados de contato — é essencial que esse último item não esteja incompleto ou incorreto. Esse erro pode causar a sua eliminação em uma seleção, uma vez que o recrutador não conseguirá contatá-lo para informar os próximos passos.

Portanto, verifique atentamente se seu e-mail e os números de telefone estão corretos. Além disso, procure incluir o código da cidade, isso evita problemas caso a empresa esteja em outro município.

2. Não inserir o objetivo profissional

Os recrutadores recebem uma infinidade de currículos e um dos primeiros pontos que eles avaliam é se o objetivo profissional do candidato é adequado à vaga. Sendo assim, um documento sem esse item ou com dados incompatíveis, provavelmente, será descartado.

É importante personalizá-lo de acordo com a vaga pretendida, por isso, mais uma dica de currículo é: antes de enviar veja se o objetivo está correto e se ele é específico. Objetivos genéricos como “Estágio” ou “Assistente” também atrapalham a avaliação.

3. Não deixar as informações claras

Ao ler o seu currículo, o recrutador precisa entender facilmente qual a sua formação, qualificações, experiência e habilidades para identificar se o seu perfil está alinhado com a posição. Dessa forma, é necessário que o conteúdo seja escrito de forma clara e completa.

Com o objetivo de deixar o documento em apenas uma página, alguns candidatos omitem dados ou os colocam de forma muito resumida, o que pode prejudicar a avaliação da empresa.

O recomendado é que ele tenha até duas páginas e você deve inserir a formação (com curso, instituição de ensino e período de conclusão), suas qualificações, conhecimentos em idiomas e informática, entre outras informações que forem relevantes para aquela vaga. 

Se você tiver experiências profissionais, as atividades realizadas e o período de trabalho em cada empresa são informações que também devem ser incluídas de forma clara.

4. Cometer erros de português

Revise atentamente seu currículo em busca de erros de português ou de digitação para não perder pontos com o recrutador. Deslizes desse tipo podem indicar que você não domina o idioma.

Erros comuns que os candidatos cometem ao redigir o documento são: falta de pontuação, concordância verbal, vírgula entre sujeito e verbo e o uso do verbo haver, portanto, fique atento para evitar esses e outros erros de português.

5. Mentir

Jovens em busca do primeiro emprego, ou com pouca experiência, têm a ideia errada que um currículo extenso é mais relevante na seleção e, dessa forma, incluem habilidades e experiências que não têm.

Isso pode gerar efeito contrário e ser extremamente negativo durante a entrevista. Quem não tem experiência profissional deve incluir as vivências em projetos universitários, trabalho voluntário ou atividades extracurriculares, por exemplo.

Outro item que muitas pessoas costumam exagerar no currículo é o conhecimento em idiomas. Se a vaga tem como requisito conhecimento avançado em inglês, provavelmente, isso será necessário para a função e será avaliado nas etapas seguintes do processo seletivo. Sendo assim, seja verdadeiro e indique apenas habilidades que você consiga comprovar.

Essas dicas de currículo podem evitar que algum deslize o prejudique durante o processo seletivo ou até mesmo depois de conseguir a vaga. Fique atento a elas ao preparar o seu documento!

Agora que você já sabe o que não deve fazer em um currículo, confira nosso próximo artigo e veja 4 dicas imperdíveis para conseguir um estágio!