Encontrar um profissional adequado, com baixo custo, sem vícios e com potencial para ser desenvolvido é um desafio que as empresas vêm enfrentando. Além disso, existe uma série de atividades simples e que podem ser desenvolvidas por um profissional iniciante, como um estagiário, por exemplo.

No entanto, a contratação de um estagiário normalmente vem cercada de muita burocracia e legalidades, incluindo a contratação de um agente de integração de estágio.

Se a sua dúvida é se realmente é necessário a colaboração de um agente de integração para a contratação de estagiários, saiba que preparamos este conteúdo para você!

O primeiro passo é entender o que faz um agente de integração. Confira!

O que faz um agente de integração?

Para saber se é necessária a contratação de um agente integrador de estágio, é preciso saber porque exatamente as empresas o procuram.

As principais razões podem ser apresentadas como:

  • o agente integrador torna o processo de contratação mais eficiente devido à experiência na área;

  • geralmente, possui acesso amplo às instituições de ensino;

  • está atualizado sobre as leis que devem ser cumpridas;

  • tende a ser centralizador de estudantes disponíveis para o mercado de trabalho.

No entanto, mesmo com essas razões, a contratação de um estagiário não está diretamente ligada ao agente de integração e pode ser feita diretamente pela empresa com o auxílio de um prestador de serviços.

Nesse caso, a contratação pode acontecer com alguns bônus inerentes à entrega diferenciada dos prestadores de serviço e é indispensável estar atento à legislação, à burocracia envolvida e aos direitos do estagiário.

Quais os aspectos legais?

A lei sugere que a empresa recorra a um agente de integração de estágio, mas deixa claro que a empresa não está obrigada a fazê-lo.

Para procurar um integrador privado, o prestador de serviço, basta estar atento ao que foi determinado na lei que rege essa modalidade de trabalho e detalhar tudo no contrato de estágio.

O contrato determinará todas as condições relativas ao estágio, obrigatório ou não, que poderá ocorrer entre o período inicial e final do curso escolhido pelo estudante.

Além disso, o estágio deve estar diretamente relacionado com a atividade curricular do estudante, com o objetivo de desenvolver sua educação voltada para o trabalho ou atuação pretendida ao final do período.

Todas as determinações podem ser consultadas na Lei 11.788/2008.

Mas então, por que contratar um prestador de serviços?

Uma alternativa à contratação de um agente integrador de estágio é buscar por outros prestadores de serviços,

Existem inúmeros benefícios atrelados ao atendimento diferenciado que um prestador de serviços pode oferecer. Existem sites que disponibilizam seus serviços com acompanhamento online de documentos e dos procedimentos legais relativos às contratações.

Além disso, essas empresas possuem:

  • convênio com uma corretora de seguros, uma seguradora e uma garantidora de apólice coletiva de seguros confiáveis;

  • experiência na prestação de serviços para Instituições de Ensino, Agentes de Integração, Consultorias de RH, Profissionais Liberais e Empresas concedentes de estágio, públicas e privadas;

  • blogs informativos e educativos para o seu público;

  • abrangência nacional.

Ainda está em dúvida se um agente de integração é necessário para se contratar estagiários? O agente integrador é necessário, porém, não é obrigatório. Então não deixe de considerar a possibilidade de buscar outros recursos.

Entre em contato com a estagiarios.com e descubra como a sua busca pelo estagiário ideal pode ser facilitada!