Conheça os riscos e vantagens de contratar freelancer para a empresa

6 minutos para ler

A composição do quadro de colaboradores merece muito cuidado, já que eles são essenciais para o desenvolvimento de qualquer empresa. Nesse sentido, uma dúvida que costuma martelar a mente de vários gestores é se vale mais a pena contratar freelancer ou contratar estagiário.

O freelancer é um conceito que se popularizou no mercado brasileiro. Ele se refere àquele profissional autônomo, contratado em caráter eventual e sem vinculação de emprego formal. Geralmente, ele cumpre trabalhos específicos para clientes, nas mais diversas áreas que você possa imaginar.

Quer entender mais sobre a atuação de um freelancer dentro da empresa e quais são os pontos positivos e negativos desse tipo de contratação? Então, continue a leitura deste post e confira.

O que é um profissional freelancer?

Como dissemos, o freela (como ficou popularmente conhecido no Brasil) é aquele profissional contratado em caráter eventual e sem vínculo empregatício formal com a empresa que conta com os seus serviços.

Ou seja, ele presta algum tipo de atividade para determinada instituição, é remunerado por isso, mas o modelo da contratação não o dá a possibilidade de reclamar direitos trabalhistas.

O trabalho do freelancer pode se desenvolver de diversas maneiras. Ele pode estar presente na sede da empresa ou não, e realizar suas atividades em regime de home office. Vale ressaltar que ele é um profissional autônomo por excelência. Isto é, por mais que ele deva se adaptar ao modo de trabalhar e às demandas exigida pela empresa, ele continua livre para desempenhar sua tarefa como desejar.

A bem da verdade, a maioria dos freelancers fica em casa e se comunica com os setores da empresa contratante por e-mail. Mas nada impede que as partes combinem reuniões presenciais. O que deve ficar esclarecido é que não há vínculo de subordinação nessa relação. Qualquer desavença é resolvida com o rompimento do contrato, sem maiores desdobramentos na esfera trabalhista.

Quais as vantagens de contratar freelancer?

Agora que você já sabe o conceito de freelancer e como é realizada a contratação desse profissional, vamos analisar quais são os pontos positivos e negativos de contar com esse tipo de colaborador na sua empresa. Começaremos com algumas vantagens dessa opção.

Flexibilidade de horários

Como não há vinculação empregatícia desse profissional, você pode contar com ele em horários mais flexíveis e que se adéquem às necessidades diárias da organização.

Além disso, existe a possibilidade de que o freelancer esteja apto a executar algum projeto que demande um prazo mais curto — com a devida remuneração pelas circunstâncias. Isso pode ocorrer ainda que ele precise “dobrar o turno”, expressão que usamos no meio empresarial.

Contato direto e fácil

Apesar de não ser um colaborador formal da empresa, o freelancer também depende da atividade para ganhar dinheiro e conseguir administrar a sua vida e seus gastos. Então, esse profissional estará sempre ligado a todos os meios de comunicação e pode ser acionado a qualquer momento que uma companhia necessitar de seus serviços.

Powered by Rock Convert

É importante destacar que esse contato pode se dar até mesmo fora do horário comercial ou nos finais de semana e feriados — sempre com bom senso, é claro. Como um profissional autônomo, ele não tem horário de trabalho fixo e engessado. Isso possibilita que a empresa conte com uma pessoa capacitada por mais tempo.

Diminuição de custos

Outra vantagem de contratar freelancer diz respeito aos custos da contratação. Todo empreendedor sabe que, além do salário, o regime de CLT gera diversos encargos fiscais e previdenciários. Já a contratação de um freelancer requer apenas o pagamento da atividade que foi desenvolvida e não há maiores custos envolvidos.

Nesse aspecto, a única opção que pode superar esse modelo é a de contratar estagiário. Isso porque haverá uma pessoa contratada formalmente, mas sem os custos de um colaborador de carteira assinada.

Quais as desvantagens de contratar freelancer?

Agora que conhecemos os aspectos positivos da contratação de um freela, chegou a hora de analisarmos o outro lado da moeda. Veja quais são os pontos que podem fazer você desistir dessa opção.

Possibilidade de demanda judicial

Esta, certamente, é a maior preocupação de um empreendedor que escolhe contratar freelancer: há uma real possibilidade de que as atividades desenvolvidas por aquele profissional caracterizem um vínculo empregatício. Se houver a judicialização de uma demanda trabalhista, o empresário pode ter que pagar por todos os direitos de um trabalhador formal, acrescido das multas por não ter assinado a carteira de trabalho.

Nesse ponto, muitos gestores preferem a contratação de estagiários. Primeiro porque, nesse tipo de profissional, é possível encontrar toda a competência e expertise necessárias para o desempenho da atividade. Além disso, o contrato de estágio elimina os riscos de demandas judiciais que possam prejudicar a empresa.

Falta de integração com os setores da empresa

Quem faz parte do meio corporativo sabe o quanto é importante que os setores de uma empresa estejam integrados, e que um ambiente harmônico é capaz de potencializar os seus resultados.

A contratação de um freelancer deixa a desejar nessa questão. Esse é um profissional esporádico e que, na maioria dos casos, não tem contato com seus colegas nem mesmo com quem o remunera. Com essa falta de ligação, os trabalhos podem sair desalinhados aos padrões da companhia e desagradar a alguns clientes.

Afinal, é melhor contratar freelancer ou contratar estagiário?

Ao pesarmos os prós e contras de contratar um freelancer, podemos concluir que é mais interessante recorrer a bons estagiários. Além de haver uma maior integração com os outros colaboradores, eles somam à empresa contratante por enxergarem nela uma oportunidade de aprendizado e de desenvolvimento profissional.

Esses colaboradores em formação trazem suas experiências e a sua dedicação, e podem agregar muito valor aos serviços prestados. Além disso, eles representam custos reduzidos para os fundos empresariais, uma vez que não é necessário pagar os encargos sociais previstos na CLT.

Por fim, contratar estagiário é mais benéfico do que contratar freelancer porque não há risco de demanda judicial visando a configuração de uma relação trabalhista — o contrato de estágio protege a companhia nesse ponto, se atendidas as premissas da lei do estágio em vigor. Uma dica para encontrar estagiários promissores é buscar empresas sérias e com experiência no mercado. Elas selecionam os melhores candidatos e os encaminham de modo adequado para a contratação.

Gostou deste post e quer conferir conteúdos tão relevantes quanto este? Basta nos seguir no Facebook e no LinkedIn.

Powered by Rock Convert
seguro de estágioPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.